O PROJETO

Um projeto inovador que se mantém como referência nos mercados elétricos a nível mundial

A CENTRAL TERMOELÉTRICA DO PEGO FOI CONSTRUÍDA PELA EDP - ELETRICIDADE DE PORTUGAL ENTRE 1987 E 1995, VINDO REFORÇAR O SISTEMA ELÉTRICO NACIONAL COM UMA CAPACIDADE DE 628 MW, EM RESPOSTA AO CRESCIMENTO DO CONSUMO NA DÉCADA DE 90 E À NECESSÁRIA DIVERSIFICAÇÃO DAS FONTES ENERGÉTICAS.

 

A compra da Central em 1993 num concurso público por um consórcio internacional representou um enorme avanço, introduzindo o sector privado numa parte significativa da produção elétrica nacional.

 

Desde então, a Tejo Energia tornou-se num projeto inovador que se mantém como referência nos mercados elétricos a nível mundial.

 

A Central do Pego significou também o primeiro grande Project Finance no Sul da Europa, envolvendo os Acionistas bem como os maiores Bancos Portugueses e Internacionais. Para dar uma ideia da importância desta operação financeira, esta foi a maior transferência transfronteiriça realizada na Europa em 1993.

 

O Projeto engloba três empresas - Tejo Energia, Pegop e CarboPego, que trabalham com base numa cultura de excelência assente na dedicação, empenho e envolvimento de todos os seus colaboradores.

 

Neste projeto, o enfoque encontra-se na resposta à procura de energia e serviços de sistema, que o Sistema Elétrico Nacional atualmente necessita, e na responsabilidade ambiental e de segurança, promovendo o consumo eficaz de recursos, minimizando os riscos para o ambiente, para os trabalhadores e para a população.

A NOSSA
MISSÃO

Produção independente de eletricidade, com qualidade e fiabilidade orientada pelo estrito cumprimento da regulamentação do sector

OBJETIVO DO PROJETO PEGO: PRODUZIR ELETRICIDADE COM A MAIOR EFICIÊNCIA POSSÍVEL E GARANTIR A DISPONIBILIDADE DOS SEUS GRUPOS GERADORES, ASSEGURANDO UM EFICAZ TRATAMENTO DOS RESÍDUOS E EFLUENTES DESTA CENTRAL, PELO INVESTIMENTO NOS MAIS MODERNOS EQUIPAMENTOS E SUA RIGOROSA MANUTENÇÃO.

 

O Projeto Pego tem como missão uma produção independente de energia de classe mundial, que garanta o fornecimento de energia, com qualidade e fiabilidade orientada pelo estrito cumprimento da regulamentação do sector em Portugal e na União Europeia.


A este posicionamento, adicionamos a preocupação de cumprir com os mais elevados standards de segurança e de ambiente, através da certificação dos sistemas de gestão dos nossos ativos, com vista a salvaguardar o respeito pelo ambiente e pela sociedade.

 

OS NOSSOS
VALORES

Procura de soluções para os desafios inerentes à nossa atividade

PESSOAS

É quase um lugar-comum dizer-se que as pessoas são o principal ativo das empresas.
No Projeto Pego procuramos materializar essa afirmação, respeitando os seus colaboradores no exercício das suas responsabilidades, reconhecendo o seu trabalho, promovendo o desenvolvimento das suas competências, quer profissionais, quer pessoais e valorizando o espírito de equipa.

 

 

AMBIENTE
Estamos conscientes que as nossas atividades produzem impactes ambientais e como tal, procuramos minimizar esses impactes, utilizando as mais modernas tecnologias e reduzindo as emissões gasosas, ao mesmo tempo que promovemos a reciclagem de todos os nossos resíduos.

 

SEGURANÇA
A Segurança de todos os que trabalham no Projeto Pego, sejam empregados ou prestadores de serviços, está acima de todos os objetivos comerciais. Promovemos, desde o início do funcionamento da Central, uma cultura de Segurança em todas as fases e operações do ciclo produtivo. O objetivo é ter zero acidentes de trabalho.

 

 

TECNOLOGIA
A utilização das mais modernas e eficientes tecnologias, quer de produção de eletricidade, quer de controlo dos efluentes gasosos ou minimização da produção de resíduos e a sua constante atualização, são uma meta que perseguimos continuamente e que constitui uma das nossas mais marcantes características.

 

 

COMUNIDADE

A procura das melhores relações com a comunidade local, é um valor que faz parte do ADN do Projeto Pego.
A nossa missão é desenvolver uma relação de confiança e de profundo respeito com a comunidade onde estamos inserido, participando no desenvolvimento sustentado da região, na criação de valor e de oportunidades.

OS ACIONISTAS

Uma estrutura formada por dois grandes acionistas.

A TrustEnergy é uma joint-venture (50%/50%) entre a ENGIE, grupo empresarial francês, e a Marubeni, multinacional japonesa.

 

A TrustEnergy é um grupo empresarial com uma forte presença no sector da energia em Portugal.

 

Baseia a sua atividade na produção de eletricidade, tendo como objetivo produzir eletricidade de forma segura e eficiente, com o devido respeito pelo ambiente e a um preço competitivo.

 

Para tal, gere um conjunto diversificado de ativos, que combina os benefícios das fontes de energia renovável, com a competitivade do carvão e a flexibilidade e eficiência do gás natural.

 

A TrustEnergy é a segunda maior empresa a produzir no sector elétrico nacional, com uma potência instalada de 3.4 GW e é a quarta no segmento eólico.

 

Saiba mais sobre a TrustEnergy em: http://www.trustenergy.pt

A Endesa é a empresa líder no sector elétrico Espanhol e o segundo comercializador no mercado da eletricidade Português: possui mais de 10.000 colaboradores oferecendo os seus serviços a mais de 11 milhões de clientes.
 
A Endesa opera no negócio da eletricidade e do gás, principalmente no mercado Espanhol e Português (produção, distribuição e comercialização). Em menor escala, comercializa eletricidade e gás noutros mercados europeus, assim como outros produtos e serviços de valor acrescentado, relacionados com a sua atividade principal.
 
A Endesa, como todas as empresas que fazem parte do Grupo Enel, tem estado sempre na vanguarda da evolução no sector da energia, levando energia segura, acessível e sustentável até milhões de pessoas em todo o mundo. Consciente da profunda mudança que a indústria está atualmente a experimentar, o Grupo encontra-se numa nova era da energia, mais aberta, participativa e digital. Este posicionamiento estratégico é designado por Open Power.

 

Saiba mais sobre a ENDESA em: http://www.endesa.com

AS EMPRESAS

Uma das maiores empresas privadas em Portugal.

56.25%
TrustEnergy
43.75%
Endesa

A TEJO ENERGIA É UMA JOINT-VENTURE ENTRE A TRUSTENERGY, 
COM UMA PARTICIPAÇÃO DE 56,25%, A ENDESA GENERACIÓN COM 43,75%.

 

A EDP iniciou a construção dos grupos 1 e 2 da central termoelétrica do Pego em 1987. Em 1990, como parte de uma iniciativa do Governo para reestruturar a EDP e incentivar o investimento do sector privado no sector da eletricidade, os referidos grupos foram sinalizados para venda num concurso público internacional.

 

Resultado desse consurso internacional, surge a Tejo Energia, como proprietária da Central Termoelétrica do Pego. Posteriormente, outras duas empresas foram incorporadas no projeto: a Pegop para a operação e manutenção da central e a CarboPego para o fornecimento de combustível.

 

A Tejo Energia é responsável pela gestão do Contrato de Aquisição de Energia com a REN - Redes Energéticas Nacionais, do Contrato de Operação e Manutenção com a Pegop e do Contrato de Fornecimento de Carvão com a CarboPego, bem como outros contratos relacionados com o projeto, assim como a gestão da relação com as instituições bancárias envolvidas, planeamento estratégico e relações com os acionistas.

 

O financiamento da Tejo Energia foi estruturado em Project Finance em 1993. Mais de 100 contratos regulavam, na altura do estabelecimento da Tejo Energia, o enquadramento jurídico e financeiro da empresa. A percentagem de capitais alheios era, aquando do primeiro refinanciamento em 1997, de 85%.


Um novo refinanciamento ocorreu em 2006, incluindo o financiamento dos Investimentos Ambientais no âmbito da Diretiva 2001/80/CE (Large Combustion Plant Directive – LCPD), tendo resultado num Sindicato bancário composto por 13 bancos onde se incluem bancos de referência nacionais e internacionais. Para além dos Acionistas, os bancos têm um papel relevante no acompanhamento dos parâmetros técnicos e financeiros do projeto.

 

Para além dos Acionistas, os bancos têm um papel relevante no acompanhamento dos parâmetros técnicos e financeiros do projeto. Periodicamente são revistos os resultados históricos e previsionais e verificados os rácios de referência. O financiamento da Tejo Energia envolve assim, de forma ativa, contactos multifacetados e permanentes com os diversos parceiros financeiros e comerciais.

56.25%
TrustEnergy
43.75%
Endesa

A empresa responsável pela operação e manutenção do Centro de Produção de Eletricidade do Pego

A PEGOP É RESPONSÁVEL PELA OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO DO CENTRO DE PRODUÇÃO DE ELETRICIDADE DO PEGO QUE ABRANGE A CENTRAL TERMOELÉTRICA A CARVÃO DO PEGO (2 X 314 MW), PROPRIEDADE DA TEJO ENERGIA E A CENTRAL DE CICLO COMBINADO A GÁS NATURAL DO PEGO (2 X 418 MW), PROPRIEDADE DA ELECGÁS.

 

Totalmente baseada no Pego – Abrantes, emprega a maioria dos trabalhadores do projeto e, para além de assegurar o funcionamento direto das centrais, gere um conjunto alargado de contratos com outras empresas que operam algumas partes das instalações ou que mantêm determinados equipamentos.

 

ESTRUTURA ACIONISTA:

50%
Endesa
50%
TrustEnergy

O “fuel supplier” da Central Termoelétrica do Pego.

A CARBOPEGO É A EMPRESA RESPONSÁVEL PELO FORNECIMENTO DE CARVÃO - COMPRA DO COMBUSTÍVEL NO MERCADO INTERNACIONAL E TODA A LOGÍSTICA ATÉ À ENTREGA NA CENTRAL TERMOELÉTRICA DO PEGO.

 

A central do Pego utiliza o carvão para produzir eletricidade. O carvão é descarregado no terminal de carvão do porto de Sines (TMS), seguindo depois por caminho-de-ferro até à Central, a cerca de 290 km do porto.

 

ESTRUTURA ACIONISTA:

50%
Endesa
50%
TrustEnergy